Maioria dos dispositivos usados possui dados dos donos originais

[ad_1]

Você já negociou notebooks ou outros dispositivos usados? Então, cuidado. Segundo uma pesquisa da Kaspersky, a maioria dos aparelhos vendidos usados contém dados dos donos originais. De acordo com os resultados, 89% dos dispositivos pesquisados, como notebooks, discos rígidos e cartões de memória, tinham dados como entradas de calendário, notas de reuniões, documentos e fotos pessoais, informações médicas, documentos fiscais e muito mais. Para saber mais, continue a leitura!

É provável que você também goste:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Aproveite: Banco Inter oferece cashback turbinado pelo Pix

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Banco Inter oferece empréstimo s/ consulta ao SPC/Serasa de R$ 5000 para funcionários de empresa privada

Brasil representa quase metade dos casos relacionados a vazamento de cartões no mundo

Maioria dos aparelhos usados contêm dados pessoais dos donos

Segundo a Kaspersky, o objetivo não era saber as diferenças de acordo com o tipo de dispositivo, mas sim examinar os dados dentro de cada um. Ou seja, aprender como essas informações são repassadas através de vendas entre pessoas ou no mercado de itens usados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para explicar melhor: que informações o antigo dono pode ter deixado para trás? Como resultado, a maioria dos dispositivos continham pelo menos algum rastro de dados, sendo a maioria deles pessoais, mas também corporativos. Além disso, mais de 16% dos dispositivos deram aos pesquisadores acesso direto.

Informações encontradas em dispositivos usados podem ser reveladoras

Em primeiro lugar, dos aparelhos pesquisados, apenas 11% foram configurados e apagados corretamente. Além disso, todos continham informações que podiam ser potencialmente inofensivas, como notas de reuniões, ou terrivelmente reveladoras, como dados de acesso a recursos da empresa, documentos internos, fotos pessoais, informações médicas e fiscais, entre outros.

Por fim, além de informações como listas de contato, documentos fiscais e registros médicos, esses dispositivos eletrônicos contêm informações que podem causar danos maiores. Isso porque atualmente cybercriminosos exploram esses dados de diferentes formas, vazando-as e vendendo-as na internet.

Dicas e cuidados para vendedores 

Enfim, é importante tomar alguns cuidados antes de vender um aparelho usado. O principal deles é retirar suas informações e mantê-lo privado. Confira, a seguir, outras dicas de como manter a segurança e privacidade das suas informações:

  • faça backup de seus dados: seja em um telefone, computador, cartão de memória ou outra forma de armazenamento;
  • remova os cartões SIM e de armazenamento dos telefones;
  • ative a autenticação de dois fatores para todas as contas que permitirem e, em seguida, saia de todos os serviços;
  • se possível, execute uma redefinição de fábrica ou formate.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então é só seguir o Seu Crédito Digital no YouTube, Facebook, TwitterInstagram e Twitch. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc. Siga a gente para saber mais!

Imagem: SFIO CRACHO / Shutterstock.com

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



[ad_2]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *